Modelos Matemáticos, Estatísticos e Computacionais Aplicados às Ciências da Natureza

Justificativa

As ciências da natureza valem-se de modelos matematizados para representar ou mesmo para interpretar os fenômenos que investigam; para tanto, laçam mão de teorias matemáticas, incluídas aí as técnicas estatísticas e probabilísticas, e muitas vezes com o auxílio substancial de recursos computacionais, para propor experimentos e hipóteses preditivas que podem ser testadas e, deste modo, desenvolver e aprimorar estas representações que buscam descrever alguns dos aspectos da natureza para, deste modo, melhor investigar e fazer previsões sobre o comportamento da natureza mesma. O estudo de modelos matemáticos é interdisciplinar e multidisciplinar, pois não apenas envolve todas as áreas das Matemáticas, sejam puras sejam aplicadas, incluindo a Estatística, a Probabilidade, a Computação teórica e aplicada, mas também é de fundamental importância nas áreas de ciências naturais e de tecnológicas (física, química, geologia, biologia, engenharias, ciências da saúde, etc.); bem como para as ciências humanas e sociais (economia, sociologia, linguística, etc.). Este é, portanto, um tema que seguramente propicia, e de forma lhana, a aliança entre o fazer teórico e o fazer aplicado, propósito natural de qualquer instituição que aspire à produção do conhecimento e formação de profissionais. A UFBA caracteriza-se por ser uma instituição que vem atuando em todas as áreas do conhecimento, com vários programas de pós-graduação consolidados e com destacada presença no âmbito da pesquisa científica em diversas áreas; nas últimas décadas, acompanhando o movimento natural do conhecimento que ocorre em nível mundial, a UFBA vem intensificado as colaborações científicas interdisciplinares dentro e fora da instituição. Em sendo assim, é inescapável que a UFBA promova aquelas áreas de estudo que, pelo seu caráter basilar e universal, são essenciais para prover os alicerces das demais áreas de pesquisa, este é um aspecto inegável das pesquisas relacionadas aos modelos matemáticos; ademais esta linha de investigação estimula a autêntica interdisciplinaridade que é, hoje, marca patente da pesquisa e da inovação no âmbito global.

Objetivo

Elevar o nível de internacionalização da pesquisa conduzidas no tema Modelos matemáticos, estatísticos e computacionais aplicados às ciências da natureza.

Descrição

Buscaremos elevar o nível de internacionalização da pesquisa e da formação pós-graduada relacionada a este tema através do apoio aos meios que favorecem a circulação internacional do conhecimento. Estes meios incluem, entre outros, o apoio à publicação em línguas estrangeiras, em particular em inglês; apoio a estágios doutorais no exterior na forma de bolsas doutorado sanduíche; apoio a estadas e missões de nossos pesquisadores nos centros de pesquisa no exterior com os quais o tema é desenvolvido; atração de pesquisadores com experiência internacionalizada para visitas e estadas na Universidade Federal da Bahia.

Países Envolvidos

  • África do Sul
  • Canadá
  • Espanha
  • Estados Unidos
  • França
  • Itália
  • Noruega
  • Portugal

Programas Participantes

Português, Brasil