Desenvolvimento de Tecnologia Para Cidades Inteligentes e Sustentáveis

Justificativa

O crescimento das cidades, a complexidade do seu funcionamento e a ampliação das necessidades da população torna necessária a evolução da cidade de aglomerado urbano para comunidades organizadas, interconectadas e sustentáveis. Este conceito está alinhado com a ideia de Cidades Inteligentes, em que as tecnologias de informação e comunicação, como GIS - Sistemas de Informação Geográfica, BIM- Modelagem da Informação da Construção, sistemas de transmissão de dados, padrões de comunicação, redes de sensores sem fio (internet das Coisas), processamento de grandes volumes de dados (Big Data) e armazenamento na nuvem, contribuem para a integração entre os seus atores, subsistemas e infra-estrutura, ampliando a capacidade de planejamento, gerenciamento e desenvolvimento de soluções. As Cidades Inteligentes devem: 1) ser sustentáveis, usando a tecnologia digital para reduzir custos e otimizar o consumo de recursos; 2) ser inclusivas e transparentes, tendo canais de comunicação diretos com os cidadãos; 3) gerar riquezas, oferecendo infra-estrutura adequada para geração de empregos; 4) ser feitas para os cidadãos, usando a tecnologia digital para melhorar a qualidade de vida das pessoas e dar acesso rápido a serviços públicos mais eficientes. Apesar das tecnologias de informação e comunicação atuais permitirem o desenvolvimento de uma grande gama de produtos e serviços em diversas áreas (governo, saúde, entretenimento, ciências, etc.), existem diversos obstáculos para a implantação de Cidades Inteligentes, dentre eles, grande volume e diversidade dos dados produzidos por diversas fontes exigindo estudos para sua integração e interoperabilidade, bem como a gestão e uso destes diversos dados, entraves em como coletar os dados, compartilhá-los e usá-los nos mais variados tipos de serviços esperados em uma plataforma de cidade inteligente. Desta forma, a escolha do tema Cidades Inteligentes e Sustentáveis é devido ao seu caráter interdisciplinar, sendo capaz congregar diversas áreas do conhecimento humano. Além disso, é motivada por uma demanda da sociedade por melhores condições de vida e trabalho tanto em sociedades urbanas quanto rurais e, por essa razão, traz consigo um grande desafio à ciência de um modo geral. Avanços nos campos de conhecimento sociológicos, antropológicos e tecnológicos precisam convergir de forma harmonizada e complementar de forma que o entrelaçamento final desses campos de saber resulte em proposições de soluções que sejam efetivamente adotadas.

Objetivo

Capacitar discentes no tema cidades inteligentes e sustentáveis.

Descrição

Este objetivo visa não apenas a disseminação local do conhecimento no tema e a formação e recursos humanos qualificados, mas também aumentar a oferta de potenciais colaboradores em pesquisas e em projetos de pesquisa à serem desenvolvidos em parceria com a comunidade da UFBA. Este objetivo visa ainda contribuir com a formação de estudantes de pós-graduação quanto ao desenvolvimento de habilidade para estudos colaborativos internacionais.

Países Participantes

  • Alemanha
  • Áustria
  • Canadá
  • China
  • Espanha
  • Estados Unidos
  • Itália
  • Noruega
  • Reino Unido

Programas Envolvidos

 
Português, Brasil